09/03/2017

Sebos e seus encantos

    O primeiro post no blog é para falar sobre os Sebos. Todas as pessoas que são amantes da literatura em algum momento já ouviram falar, ou até mesmo visitaram algum Sebo localizado nesse nosso mundão. 
    Moro em uma cidade no interior do Rio Grande do Sul onde  não tenho muitas opções de Livrarias e para não me tornar refém dos preços das mesmas, me tornei frequentadora assídua dos Sebos que aqui existem. Lá encontro promoções maravilhosas e livros em ótimo estado ( para as pessoas que pensam que em Sebos só existem livros velhos, isso é um grande engano ). Por isso resolvi trazer no post de hoje um pouco da origem e vantagens de se comprar em Sebos. 


Arquivo pessoal
Local: Sebo Icária, Pelotas-RS




      Através de algumas pesquisas consegui descobrir que os Sebos surgiram no século 16 na Europa com a tradição de compra, venda e troca de livros usados e raros, tornando-se lugares cada vez mais importantes para colecionadores e estudiosos. Eles começaram a surgir no Brasil na segunda metade do século 19, durante o Império, quando as primeiras máquinas de impressão foram importadas. Na época, já existiam 10 livrarias de livros novos em Salvador, enquanto  esse número se aproximava de 50 no Rio de Janeiro.
     Com a crescente demanda da necessidade de trocar e vender livros antigos, o número de sebos foi crescendo a partir de então. Sebo é um dos lugares ideais para garimpar raridades do mundo da literatura, como por exemplo: 
         - a primeira edição de um livro ou;
         - um exemplar esgotado.
Porém nos Sebos também podemos encontrar livros ainda lacrados e nunca lidos!
     Em muitos momentos me perguntei o motivo de utilizarem a palavra sebo para se referirem à estes locais. Após algumas pesquisas descobri duas versões que mais são comentadas como possíveis origens desse nome. A primeira é que os livros que iam para estes lugares pareciam totalmente "ensebados" por serem muito velhinhos, ou então, pelo fato de que antigamente ( bota antigamente nisso! hehehe ) os leitores realizavam suas leituras com o auxílio de velas. Velas estas que eram feitas de gordura, de sebo. Há boatos que um livreiro de Pernambuco foi o primeiro a assumir esse nome e colocá-lo na porta de entrada da sua livraria, nos anos 50. Outra suposição é que esta designação surgiu devido ao fato de que os leitores fanáticos iam à todos os lugares com um livro embaixo do braço e acabavam por torná-lo sujo, ensebado. 
     Comprar em Sebos tem lá suas vantagens! As principais são: 
- O preço acessível. Inúmeras vezes em que fui à Sebos encontrei edições lacradas de livros que gostaria de comprar por um preço bem menor que o das livrarias.
- Raridades. Em Sebos é possível você encontrar livros considerados raridades da literatura, assim como, os grandes clássicos.
- A experiência. O melhor de tudo é vivenciar a experiência de garimpar grandes histórias em meio á tantas outras.
- O livro da sua vida. E por último mas, não menos importante, através das suas visitas aos Sebos sinta-se aberto à novas experiências literárias! Assim você pode acabar encontrando o livro da sua vida.


Arquivo pessoal
Local: Sebo Icária, Pelotas-RS

     Hoje em dia, os Sebos não ganham mais a conotação de lugares ondem existem apenas livros sujos, e estão ganhando espaço nas opções dos leitores. Para realizar uma visita em um Sebo é necessário ir com tranquilidade, já que o lugar dispõe de inúmeras obras, além acervo GIGANTE e bem amontoadinho devido ao pouco espaço. 
       Minha experiência com Sebos é a melhor possível, sempre consegui encontrar livros em ótimo estado e foi justamente em um Sebo que pude encontrar o livro da minha vida.  Espero que vocês também possam passar por essa experiência!